Carregando TV, aguarde...
Fechar
Você está em: Redes » Homens » Envolvidos no vale

Envolvidos no vale

A- A+

“Veio sobre mim a mão do Senhor; e ele me levou no Espírito do Senhor, e me pôs no meio do vale que estava cheio de ossos...” - Ezequiel 37:1

Há muito tempo Deus tem nos falado acerca de algo primordial, que deve acontecer em nós, para que ele possa nos usar. Este fator é mudança de mente. Esta história começou há algum tempo atrás, quando Ele nos pediu para aumentarmos o espaço de nossa tenda. O Senhor não estava falando apenas de espaço físico, mas também mental. Precisamos expandir a nossa visão sobre as coisas.

A Igreja se preocupou por muito tempo em formar e levantar grandes homens, “estrelões do evangelho”, e desta forma eliminou o “modelo de simpatia” da igreja primitiva. Assim, ela se tornou um lugar apropriado para pessoas amedrontadas e acovardadas.

Muitas pessoas vinham para a Casa de Deus porque o seu modo de vida e o meio em que elas estavam inseridas era terrível, e na igreja elas eram envoltas num ambiente de gozo, benção e paz. Assim, muitos se acomodaram e permaneceram por anos e anos apenas recebendo.

Nestes dias o Espírito Santo está mudando esta mentalidade. Deus está nos devolvendo aos perdidos!!!
O capítulo 37 de Ezequiel mostra o que Deus está fazendo também hoje. Em muitas situações, a Palavra do Senhor vinha ao profeta, mas nesta ocasião, a própria mão do Senhor veio sobre ele. Isto significa que Deus tem uma urgência em relação à situação do vale, no qual estamos envolvidos. Ele não pode esperar nossa boa vontade em ouvi-lo. Precisa nos forçar a ir. Ele sabe que se não formos direcionados pelas suas próprias mãos, muitas vezes vamos ficar longe dos lugares onde quer nos usar. É comum ver pessoas querendo correr do vale, sair de casa, deixar o ambiente de trabalho, a escola, simplesmente porque não agüentam mais o cheiro e o visual do lugar.

Quando você é colocado por Deus no vale, como foi Ezequiel, tem três opções: Correr de lá e negar-se ao desejo de Deus; permanecer no vale, mas indiferente ao que acontece nele (às vezes, amoldando-se ao seu ambiente) ou ficar no vale, obedecendo à direção de Deus e dispondo-se em suas mãos a fim de transformá-lo.

Há uma postura correta quando nos encontramos em lugares ou situações difíceis, mas reconhecemos que Deus nos colocou ali. Ezequiel diz: “ELE ME FEZ ANDAR AO REDOR DELES” (vs. 2). Este é o primeiro passo que o Senhor direcionará para sua vida. Ele fará brotar em você uma inquietação, porque se a situação do vale não provocar em você uma inquietação, o processo de Deus não irá continuar. Para isto, é preciso conhecer a realidade e sentir o peso do Espírito.

Ao andar pelo vale, Ezequiel viu uma multidão de ossos e diz que “ESTAVAM SEQUÍSSIMOS” (vs.2). Muitas vezes temos que enfrentar situações assim, que nos levarão ao desânimo, se deixarmos. “Meu pai é um alcoólatra, não tem mais jeito”. “Meu marido é totalmente alheio à família, não tem mais jeito”. “Meu filho está atolado no mundo das drogas, não tem mais jeito”. Talvez você já usou uma expressão semelhante a estas, não?

Deus quer nos levar a crer contra a esperança! Ele disse ao profeta: “PODERÃO REVIVER ESTES OSSOS?” E Ezequiel respondeu: “TU O SABES SENHOR” (vs. 3). O Senhor quer te fazer esta pergunta também. Ele precisa experimentar o seu ângulo de visão, se você vê a situação como Ele vê.

Talvez você diga: “Mas aqui Deus esta falando de algo que no passado teve vida!” Mas eu te respondo: Se os teus pais, amigos, irmãos, estão no coração de Deus, você precisa olhar com os olhos de Deus, porque Deus tem salvação para eles.

Agora vem o grande segredo: “PROFETIZA A ESTES OSSOS” (vs. 4). Muitas vezes ficamos com medo da grande obra que deverá ser feita, como se fosse uma responsabilidade nossa fazê-la. Porém, o nosso papel é só profetizar e crer. As demais coisas o Senhor fará.

Está escrito: “ENQUANTO EU PROFETIZAVA, HOUVE UM BARULHO DE OSSOS QUE BATIAM CONTRA OSSOS” (vs.7). Este momento é um momento muito difícil porque é o inicio de um processo. É aquele momento em que a desarmonia que havia ao seu redor começa a ser tratada, e isto gera um incômodo nas pessoas. É comum, então, vê-las reagindo com irritação ou nervosismo.

Chega um momento em que Ezequiel diz: “CRESCERAM AS CARNES E ESTENDERAM A PELE SOBRE ELES, POREM NÃO HAVIA NELES O ESPIRITO” (vs. 8). À esta altura do processo as coisas parecem estar bem melhor, porque afinal de contas a aparência do vale mudou radicalmente. Tome muito cuidado porque neste momento você pode se acomodar. Seus pais, esposa, marido, amigos, estão bem melhores. Se você parar de agir, as coisas podem ser perdidas aí. É necessário dar continuidade e ver Deus transformando o ambiente num ambiente de vida.

Só quando “O ESPÍRITO ENTROU NELES, E VIVERAM, E SE PUSERAM DE PÉ, UM EXÉRCITO SOBREMODO NUMEROSO” (vs. 10) é que o propósito do Senhor foi cumprido. É isso o que precisamos ter em mente e buscar. Deus quer encher pessoas do seu Espírito. Esta promessa é para as nossas famílias, para nossa cidade, para o Brasil, para as nações. Por isto Ele está nos chamado e nos devolvendo aos perdidos, muitas vezes nos colocando em ambientes ruins e difíceis. Somos transformadores de vales! Deus nos incumbiu desta tarefa. Será que vamos fugir, nos acomodar ou vamos nos dispor à obediência? O mundo está dependendo da nossa decisão!!!

Comunidade Cristã de Ribeirão Preto - Rua Japurá, 829 - Ipiranga
Ribeirão Preto SP - CEP 14055-100 - Fone: +55 16 3633-5957
comcrist@comcrist.org
Desenvolvido por Atual Interativa