Carregando TV, aguarde...
Fechar
Você está em: Edificação » Palavra Profética » Como trarei a mim a presença do Senhor?

Como trarei a mim a presença do Senhor?

A- A+

Temos sido desafiados a viver pela fé durante o ano de 2015, levados a lembrar que o justo viverá por sua fé. Isso me faz lembrar do Tabernáculo construído por Moisés sob orientação divina.

“Temeu Davi a Deus, naquele dia, e disse: Como trarei a mim a arca de Deus?" 1ª Crônicas 13:12

Temos sido desafiados a viver pela fé durante o ano de 2015. Isso não significa que toda a nossa vida tenhamos vivido sem fé; no entanto, diante dos desafios que se desenham para este ano, temos sido levados a lembrar que o justo viverá por sua fé. Isso me faz lembrar do Tabernáculo construído por Moisés sob orientação divina. O Tabernáculo era dividido em duas partes: o Santo Lugar e o Santo dos Santos. Vale lembrar que os utensílios que compunham o Santo lugar era alimentado por aquilo que o homem podia fazer: pães, azeite, incenso; enquanto no Santo dos Santos estavam somente aquilo que fora produzido por Deus: tábuas da lei, maná e a vara de Arão que floresceu. Viver no Santo Lugar é um privilégio e muito bom; entretanto, Deus está querendo nos atrair para um lugar melhor: o Santo dos Santos. O lugar onde tudo o que poderemos provar será realizado pelo Dedo de Deus. Quero profetizar que este ano será o ano onde seremos atraídos a mais íntima presença do Altíssimo e que os resultados que vamos obter serão fruto do sobrenatural e do milagre de Deus em nossas vidas!

Para que possamos experimentar e provar essas verdades, precisamos reverberar, todos os dias, a pergunta que Davi fez num dia trágico da sua vida: a perda de um discípulo, Uzá. O texto diz que, neste dia, Davi temeu a Deus e fez uma pergunta: como trarei a mim a arca do Senhor? Creio que precisamos acordar, todos os dias, com essa pergunta: como trarei a mim a presença do Senhor?

Interessante que o próprio Davi encontra a resposta e nos apresenta de uma forma muito clara. Vejamos:

A primeira chave que abre o caminho da presença de Deus em nossa vida chama-se Temor. Naquele dia, Davi temeu a Deus. Isso não significa que até aquele dia, Davi tenha vivido sem Temor. O que a experiência nos ensina é que, naquele dia, Deus abriu uma fonte de revelação de maneira que o Temor de Deus se tornou um estilo de vida para Davi. Mais tarde, a bíblia diz que Davi se tornou um homem segundo o coração de Deus. Certamente que o Temor foi uma das qualidades que Deus encontrou na vida de Davi. A bíblia ainda diz que o Temor do Senhor é o princípio da sabedoria. Sei que já ouvimos muitas palavras e, talvez, tenhamos algumas definições e conceitos de Temor; entretanto, quero propor uma bem simples. Temor é quando eu tenho a consciência de que tudo o que tenho e sou, vem e pertence a Deus. Quando tenho essa consciência vivo com o entendimento de que prestarei contas de todo investimento que Deus tem feito em minha vida: família, ministério, santidade, etc...

Uma outra chave que abre o caminho para a presença de Deus em nossa vida é a disposição que tenho em corrigir os meus erros e consertá-los diante dos homens e diante de Deus.

A bíblia diz que Davi tentou levar a arca do Senhor para Jerusalém através de um carro novo que mandara construir para essa finalidade. Deus havia determinado, pela Sua palavra, que a arca deveria ser carregada nos ombros (Êxodo 25:10-14 e Números 4:15). Apesar das “boas intenções” de Davi, ele não estava fazendo do jeito de Deus, mas do seu jeito. Davi não só abandona o seu projeto como se dispõe a levar a arca da maneira como Deus havia determinado. Não adianta tentar fazer as coisas do nosso jeito. Precisamos, sempre, procurar saber como Deus quer que façamos e precisamos estar dispostos a corresponder. Não adiantam “boas intenções”, precisamos obedecer a Deus, pois sua vontade sempre será boa, agradável e perfeita.

Uma outra chave que abre o caminho da presença de Deus em minha vida é quando tenho a consciência do meu chamado e da minha responsabilidade dentro de uma equipe onde Deus me colocou. O que ocasionou a morte de Uzá foi fazer o que não foi chamado para fazer. Quantas vezes queremos agir e servir como o outro. A bíblia diz que há diversidade de dons, diversidade de serviços e diversidade manifestações. Você já percebeu que uma equipe é composta por pessoas completamente diferentes umas das outras? Não fazemos parte de uma equipe para concorrer, mas para complementá-la. Precisamos assumir a nossa responsabilidade dentro da equipe para não comprometer a obra e a presença de Deus em nossa vida.

Uma outra chave que abre a presença de Deus em nossa vida é a santificação. Há uma declaração em 1a Crônicas 15:12 onde Davi chama o povo a santificação para que a arca seja levada a Jerusalém e a presença do Senhor seja atraída. Dentre todas as definições de santificação, preciso estar disposto a viver uma vida diferente da que a maioria das pessoas vivem, abrindo mão até de coisas lícitas, para agradar ao meu Deus. A bíblia diz que todas as coisas me são lícitas mas nem todas convém. Quando está em dúvida sobre alguma coisa submeta-a ao crivo da conveniência ou inconveniência. O que Jesus faria em meu lugar. Quando estivermos dispostos a viver dessa maneira, estaremos vivendo em santidade e aí, a presença do Senhor será um resultado das minhas escolhas e de sua graça sobre minha vida.

Uma última chave que pode trazer a presença de Deus sobre a minha vida é a adoração. Quando Davi chega em Jerusalém a primeira decisão que toma é separar 288 ministros de louvor e 4000 músicos separando-os em turnos para que houvesse adoração contínua na Casa do Senhor. (Veja 1a Crônicas 15:16 e 1a Cr 23:5 e 25:7) Precisamos ativar a chave da adoração se desejamos trazer a presença do Senhor. Lembre-se que o Pai está a procura de adoradores que o adorem em espírito e em verdade. Espero que, a cada dia, acordemos com a mesma pergunta de Davi: como trarei a mim a presença do Senhor? E, ao acordar, confirmemos a nossa aliança com Deus e Sua palavra de vivermos: em Temor, em constante disposição de conserto, assumindo a nossa responsabilidade dentro do corpo de Cristo, vivendo em santidade e adorando-O em todo o tempo!

 


 

Edifique-se

Comunidade Cristã de Ribeirão Preto - Rua Japurá, 829 - Ipiranga
Ribeirão Preto SP - CEP 14055-100 - Fone: +55 16 3633-5957
comcrist@comcrist.org
Desenvolvido por Atual Interativa