Carregando TV, aguarde...
Fechar
Você está em: Edificação » Doze Cestos Cheios » As recâmaras do rei

As recâmaras do rei

A- A+

Essa linda descrição do livro de Cantares dá margem a uma analogia. O Rei representa o Senhor Jesus e a noiva somos nós, a sua igreja. Sob esse aspecto, fica fácil identificar a maneira como Deus quer que nos relacionemos com Ele.

“Leva-me tu; correremos após ti. O rei me introduziu nas suas recâmaras; em ti nos alegraremos e nos regozijaremos...” - Cantares 1:4

A história descrita no livro de Cantares evidencia o envolvimento de um homem, Salomão, com uma mulher, identificada como a Sulamita. Embora a narração identifique o relacionamento entre um rei e uma súdita/serva, a maneira como ele se dirige a ela não é baseado no seu governo, mas, no seu sentimento mais profundo de amor. As declarações que o rei faz àquela mulher revelam um homem completamente apaixonado, desejoso da companhia de sua amada. Por outro lado, a maneira como a mulher lhe responde, identifica-a, não apenas como uma serva submissa ao seu rei, mas, como uma noiva tremendamente apaixonada pelo seu amado, disposta a entregar-se inteiramente a Ele.

Essa linda descrição do livro de Cantares dá margem a uma analogia. O Rei representa o Senhor Jesus e a noiva somos nós, a sua igreja. Sob esse aspecto, fica fácil identificar a maneira como Deus quer que nos relacionemos com Ele. A despeito de o reconhecermos como Rei sobre nós, submetendo-nos ao seu senhorio, o nosso relacionamento com Ele deve partir de um profundo  amor.

A cada dia o Senhor nos chama a mergulhar-mos em Sua presença. Em todo o tempo Ele nos atrai à Sua intimidade. Constantemente revela-se a nós como o nosso eterno amado.

A essência de Deus é o amor. Tudo o que Ele faz é por amor, e a maior evidência do Seu amor por nós é revelada na atitude de Jesus que, voluntariamente, se entregou à morte para que tivéssemos vida, nos alcançando com Sua maravilhosa graça (Gl 1:3-4).

  Pelo texto que lemos, podemos ouvir a voz do nosso amado nos chamando a estar com Ele em Suas recâmaras. O Senhor nos convida a entrarmos em seus aposentos. Ele está sempre disposto a nos conduzir a um lugar secreto, separado, destinado ao deleite, à Sua recâmara, onde podemos desfrutar de um relacionamento mais intenso com Ele, favorecidos pela graça e pelo amor que sente por nós.

Há algumas particularidades acerca das recâmaras do Rei. A primeira delas é que a recâmara é um lugar onde podemos ficar a sós com o nosso amado. Já é tempo de colocarmos em prática tudo o que temos ouvido e aprendido sobre dar tempo exclusivo e de qualidade ao nosso Deus. Separar um espaço de qualidade em nossa correria para estarmos a sós com o Senhor revelará, dentre outras coisas, o amor que sentimos por Ele e o valor que damos à Sua presença. Ao dedicarmos tempo para estar com Deus, oferecemos a Ele a primazia da nossa vida. Nada pode ser mais importante que Ele naquele momento, nem mesmo os afazeres domésticos, profissionais ou ministeriais (Mt 6:33).

Na recâmara a conversa se dá ao “pé do ouvido”. Nos momentos em que estamos a sós com Deus, desimpedidos de qualquer outro embaraço, podemos ouvi-lo falar diretamente ao nosso coração. A revelação da Sua palavra ocorre quando Ele mesmo ministra uma verdade no nosso interior. Ao pararmos para recostar nossa cabeça em Seu peito, Sua voz fica audível em nosso coração (leia Lc 14:17-20 e Mt 6:24).

Na recâmara conhecemos o nosso amado mais intimamente. A intimidade do Senhor é para os que o temem (Sl 25:14) e para os que O buscam intensamente, de todo o coração (Jo 14:5-7 e Tg 4:8a). Não temos como conhecer profundamente a Deus sem nos relacionarmos intensamente com Ele e com Sua Palavra. É nos momentos a sós que desfrutamos de sua intimidade, O conhecemos mais profundamente e somos envolvidos pela doce presença do Espírito Santo.

A recâmara é também lugar de deleite e prazer. Deus quer nos proporcionar uma vida de paz e alegria. Na medida em que aprofundamos nosso relacionamento com Ele, buscando-o de todo o coração, separando um tempo de qualidade em Sua presença, mantendo nossos ouvidos atentos a Sua voz, somos envolvidos por Seu incomparável amor e renovados em nosso espírito. A tristeza e o pranto dão lugar à alegria e regozijo (Sl 30:11); o tormento e a amargura são substituídos pela paz, não a que o mundo oferece, mas, a que excede todo entendimento, que só o Senhor Jesus pode nos dar (Fp  4:7).

O Amado de nossa alma está nos chamando para mais perto dEle. Portanto, não permaneça alheio ao convite do Rei.  Suas recâmaras estão preparadas. Entre com Ele nesse ambiente de intimidade e prazer espiritual. Permita-se ser envolvido por esse amor incondicional. Decida dedicar tempo de qualidade em Sua presença. Lembre-se, antes de servi-lo, preocupe-se em amá-lo; antes de sair para servir ao Rei, fique para adorar o seu amado.

Que a nossa principal motivação para tudo o que fazemos seja o amor que temos por Ele e por aqueles a quem Ele tanto ama. Envolva-se intensamente e desfrute da presença do Grande Rei. Viva, dia após dia, a experiência de visitar as recâmaras com Jesus, aquele que foi capaz de fazer a maior de todas a “loucuras de amor”: Entregar sua vida por completo na cruz, só para ter você por completo.

 

Por autor

Edifique-se

Comunidade Cristã de Ribeirão Preto - Rua Japurá, 829 - Ipiranga
Ribeirão Preto SP - CEP 14055-100 - Fone: +55 16 3633-5957
comcrist@comcrist.org
Desenvolvido por Atual Interativa