Carregando TV, aguarde...
Fechar
Você está em: Edificação » Doze Cestos Cheios » Desenvolvendo a salvação

Desenvolvendo a salvação

A- A+

Jesus disse para tomarmos a cruz e o seguirmos dia a dia. Isto significa ter uma experiência diária com a cruz de Cristo e a salvação fala do acrescentar das coisas novas de Deus a cada dia de nossa caminhada.

“Assim, pois, amados meus, como sempre obedecestes, não só na minha presença, porém, muito mais agora, na minha ausência, desenvolvei a vossa salvação com temor e tremor.” (Filipenses 2:12)

Quando falamos sobre salvação, é comum pensarmos apenas na experiência de nossa decisão de entregar nossa vida ao Senhor Jesus. Porém, a salvação é dinâmica, não é uma experiência que ficou no passado, ela deve ser vivida diariamente por todo cristão. É claro que ela toca nosso passado, pois quando não conhecíamos a Jesus, estávamos perdidos, condenados a morte eterna. No dia em que o reconhecemos como Deus e Senhor de nossas vidas, nossos pecados foram perdoados e pela ação sobrenatural do Espírito Santo, nosso espírito, que estava morto, recebeu o sopro da vida e nos tornamos vivos para Deus, nos tornamos Seus filhos, tendo acesso a Seu coração. Que experiência maravilhosa!

No entanto, Paulo nos exorta a desenvolvê-la. O novo nascimento é maravilhoso, mas não para aí. ”Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, dia a dia tome a sua cruz e siga-me” (Lc 9:23); “Fomos, pois, sepultados com ele na morte pelo batismo; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim também andemos nós em novidade de vida” (Rm 6:4).

Jesus disse para tomarmos a cruz e o seguirmos dia a dia. Isto significa ter uma experiência diária com a cruz de Cristo e a salvação fala do acrescentar das coisas novas de Deus a cada dia de nossa caminhada.

Quando somos salvos, nosso corpo se torna templo do Espírito Santo. Assim, nosso corpo é tocado pela salvação. Jesus tomou todas as nossas dores e enfermidades ali na cruz, por isto devemos lutar contra todo tipo de dores e enfermidades que tentem se alojar em nosso físico. Já fomos salvos de todas elas, e precisamos colocar em prática os benefícios da salvação em nosso corpo. É claro que no futuro teremos a manifestação completa desta redenção de nossos corpos, quando receberemos corpos glorificados como de nosso irmão mais velho, Jesus. Porém há recursos n´Ele para nosso bem estar físico hoje.

Nossa alma também necessita da vitória da cruz diariamente. Todos os dias vezes somos expostos a decepções, crises, tentações, problemas, etc. O diabo, o mundo, e muitas vezes aqueles que amamos, tentam produzir em nós sentimentos de fracasso, frustração, inferioridade, incapacidade. Tudo isto é depositado na alma em nosso dia a dia e a alma tem a tendência de absorver tudo, e se não mantivermos uma experiência diária de limpeza, de cura interior, podemos ficar estancados em nosso potencial espiritual.

Quantas pessoas possuem potenciais tremendos, escondidos debaixo dos escombros da insegurança, incapacidade, culpa? Há uma necessidade urgente de que estes potenciais sejam salvos. Quantos líderes têm seu potencial escondido pelo medo, quantos evangelistas estão à mercê da timidez e da vergonha. Quantos sonhos maravilhosos estão enterrados nas gavetas do sentimento de fracasso e decepção?

O diabo não pode nos tocar enquanto filhos de Deus, porém ele possui uma arma que utiliza a distância: os dardos inflamados do maligno. Muitas vezes necessitamos ser salvos de pensamentos que são sofismas, enganos do diabo, ou até mesmo de nossa própria alma que nos afastam da palavra de Deus e de Sua salvação. Veja o que a Bíblia diz: “pelo contrário, exortai-vos mutuamente cada dia, durante o tempo que se chama Hoje, a fim de que nenhum de vós seja endurecido pelo engano do pecado” (Hb 3:13).

Precisamos aprender a dizer a Deus: “Se existe algum pensamento equivocado a respeito de mim mesmo, ou a respeito de outras pessoas, se existem conceitos em minha mente que me impedem de te conhecer melhor, salva-me Senhor”
Quanto mais abertos para o mover de Deus em nossas vidas, mais cura interior e mais libertação teremos, independente do tempo de nossa caminhada cristã. Temos diariamente a necessidade da ação salvadora de Jesus, de vivenciamos a ação da cruz em todas as áreas de nossas vidas a fim de não incorrermos no erro dos irmãos em Gálatas a quem Paulo teve que exortar: “Sois assim insensatos que, tendo começado no Espírito, estejais, agora, vos aperfeiçoando na carne?” (Gl 3:3).

Da mesma maneira que uma pessoa nasce de novo, ou seja, a partir de uma decisão baseada na fé em Cristo e em Sua palavra ela entra na vida de Deus, a cada dia necessitamos de ter um coração quebrantado e humilde, entregando-nos em fé a ação da cruz de Cristo que produz cura interior e libertação a nossa alma.

Entenda: cura interior e libertação são fruto da decisão de alguém em experimentar diariamente a salvação. Assim como o atleta para atingir o preparo físico adequado tem a necessidade de exercitar seu corpo, devemos exercitar nossa fé diariamente, desenvolvendo assim nossa salvação. O ser humano possui a tendência de ser guiado pelas circunstâncias e sentimentos, e precisamos ser salvos deste tipo de comportamento, “visto que andamos por fé e não pelo que vemos.” (II Co 5:7).

O exercício diário da salvação produz um líder a cada dia mais curado e mais liberto e, assim, ele tem autoridade para ministrar cura e libertação a seus discípulos num nível cada vez mais profundo, levando-os a serem cada dia mais semelhantes a Jesus. Homens e mulheres curados atraem as multidões, pois estão aflitas e exaustas como ovelhas que não têm pastor.

Que este seja o nosso desafio diário, desenvolver a nossa salvação, em temor e tremor.

Por autor

Edifique-se

Comunidade Cristã de Ribeirão Preto - Rua Japurá, 829 - Ipiranga
Ribeirão Preto SP - CEP 14055-100 - Fone: +55 16 3633-5957
comcrist@comcrist.org
Desenvolvido por Atual Interativa