Carregando TV, aguarde...
Fechar
Você está em: Edificação » Celulas » Rompendo a estagnação espiritual

Rompendo a estagnação espiritual

A- A+

Antes que termine o primeiro mês, precisamos tomar decisões para provarmos um verdadeiro crescimento em nossa vida espiritual. Como vimos na semana passada, o esfriamento não podem ser tratados por nós como um processo normal.

Texto-chave: Efésios 5:14-21

Se não estamos avançando para a maturidade cristã, nos tornando cada vez mais comprometidos com a igreja e semelhantes a Jesus, precisamos reagir, pois a frieza espiritual é um grande perigo. Nestes versículos de Efésios, temos um verdadeiro “sacode” de Deus naqueles que estão paralisados ou regredindo em seu envolvimento com o reino. Vamos entender o caminho proposto na Palavra para rompermos com todo tipo de estagnação espiritual e seguirmos crescendo no Senhor...

1) É PRECISO TOMAR CONSCIÊNCIA E TOMAR ATITUDE– vs. 14 – Há duas ordens de Deus neste versículo: “Desperta e levanta!” A primeira fala de tomarmos consciência do nível espiritual em que nos encontramos. Infelizmente, muitos cristão entram num processo de frieza espiritual e não se importam com isso, tratam como algo normal. É preciso acordar, antes que seja tarde. Perceber que o processo de crescimento foi paralisado em nossa vida é um primeiro passo para reverter isso... A segunda ordem é para levantar. De nada adianta ter consciência, se não tomarmos as atitudes necessárias para reverter o quadro.

2) É PRECISO TER PRESSA EM REAGIR – vs. 15-16 – A frieza espiritual, o desinteresse pelas coisas de Deus ou a falta de paixão no que fazemos para Ele pode nos levar à desistência e à perdição. Não é brincadeira! Por isso, o apóstolo Paulo diz que, para não sermos insensatos, precisamos ter pressa em reagir. É isso que significa “remir o tempo” neste contexto. Quem fica procrastinando, adiando sempre as atitudes que precisam ser tomadas para recuperar o crescimento, termina vendo seu estado piorar, o que é perigosíssimo.

3) É PRECISO TER INTERESSE EM CONHECER A VONTADE DE DEUS – vs. 17 – Para sermos iluminados por Cristo, como diz o texto, vermos nossa vida espiritual brilhando mais e mais, é necessário que nos interessemos por conhecer a vontade de Deus. Isso tem duas dimensões: a vontade geral de Deus, que recebemos através do estudo sistemático da Bíblia, e a vontade específica de Deus para cada um de nós, que descobrimos à medida em que o buscamos com intensidade... Lamentavelmente, muitas pessoas estão na igreja apenas interessadas em que o Senhor as abençoe para realizarem seus próprios sonhos. Isso é tudo o que querem. Entretanto, Ele nos salvou para cumprirmos o seu propósito. É isso que devemos procurar conhecer e nisso devemos investir.

4) É PRECISO CULTIVAR A UNÇÃO DO ESPÍRITO – vs. 18 Ninguém consegue viver uma vida de crescimento e paixão sem a unção do Espírito Santo. Acontece que manter-nos ungidos é resultado de uma busca constante nossa. O texto diz “Enchei-vos do Espírito!” Ou seja é algo que depende de nós e não de Deus. O Espírito Santo, que dá um caráter sobrenatural à nossa vida cristã, já está disponível a todo aquele que se converteu a Cristo, mas é a nossa busca e relacionamento com Ele que fará com que seu poder se manifeste e incendeie nosso coração.

5) É PRECISO PRATICAR A ADORAÇÃO – vs. 19-20 – Adorar a Deus é uma prática espiritual que produz crescimento. Separar tempo diário para, não apenas orar, mas especialmente adorar ao Senhor, reconhecer quem Ele é e agradecer pelo que Ele faz, aproxima-nos de sua face para sermos iluminados... Pessoas que mantêm hábitos devocionais tendem a crescer, enquanto as que são displicentes nisso acabam esfriando, estagnando e até mesmo perdendo a fé.

6) É PRECISO COMPROMETER-SE COM A VIDA DE COMUNIDADE – vs. 21 – A última ordem do apóstolo Paulo para que não sejamos destruídos pela frieza espiritual é: “Sujeitai-vos uns aos outros, no temor de Cristo!” Esta é uma referência à necessidade de nos envolvermos na vida da igreja, não apenas frequentando cultos, mas obedecendo aos nossos líderes e pastores, como verdadeiros discípulos... Boa parte da pessoas que são vencidas pela frieza espiritual e deixam a igreja, faz isso porque não aceita submeter-se, ser liderada. Quem é independente, não cresce espiritualmente! Precisamos entender que nos sujeitamos a homens, não por causa dos homens, mas “no temor de Cristo”.

CONCLUSÃO -  Ponha uma música ambiente, se for possível, e conduza um tempo de oração, levando os discípulos a avaliarem suas vidas e despertarem para um real crescimento espiritual. Ore também por suas necessidades. Se houver algum visitante não convertido, desafie-o a receber a Cristo, guiando-o numa oração de entrega.

Edifique-se

Comunidade Cristã de Ribeirão Preto - Rua Japurá, 829 - Ipiranga
Ribeirão Preto SP - CEP 14055-100 - Fone: +55 16 3633-5957
comcrist@comcrist.org
Desenvolvido por Atual Interativa