Carregando TV, aguarde...
Fechar
Você está em: Edificação » Celulas » O propósito das lutas

O propósito das lutas

A- A+

Não gostamos de passar por lutas, mas elas são necessárias para nosso crescimento. Vamos estudar como as adversidades podem cooperar para o nosso bem.

Texto-Chave: Deuteronômio 8:1-10

Quebra-gelo:
Se houve alguma resposta dos missionários para quem a célula escreveu durante a semana, tome um tempo para ler. Se não houve, provavelmente tenha sido por falta de tempo para responder a todos os e-mails, já que quase 1.000 células foram desafiadas a escrever.

Nenhum de nós gosta de passar por lutas, mas elas são necessárias ao nosso crescimento. Às vezes, estamos apenas colhendo do que plantamos e, nesses casos, precisamos nos arrepender pela má semeadura e assumir as consequências dos nossos erros. Outras vezes, Deus promove ou permite situações adversas em nossas vidas para atingir um propósito. Vamos entender como as adversidades podem cooperar para o nosso bem, estudando este texto em que Deus explica os motivos pelos quais deixou seu povo 40 anos peregrinando do deserto, antes de leva-lo a conquistar Canaã...

1) AS LUTAS QUEBRAM O NOSSO ORGULHO – vs. 2 – O Senhor disse que levou Israel ao deserto, para humilha-lo... Pode parecer estranho, um Deus que ama, fazer isso, mas o orgulho é um dos maiores empecilhos para que sejamos pessoas espirituais. Por isso, muitas vezes, as lutas vêm para romper a nossa soberba e nos tornar pessoas dependentes, quebrantadas diante do Pai. 

2) AS LUTAS PROVAM A NOSSA FÉ – vs. 2 – O Senhor diz também que levou Israel ao deserto para prova-lo e ver se ele guardaria os seus mandamentos. Na verdade, Deus já conhece o nosso coração. Ele não nos põe a prova para saber qual o nível da nossa fidelidade (pois Ele já sabe tudo), mas para revelar a nós o ponto em que estamos. Pedro, por exemplo, antes da cruz, disse que estava pronto a morrer com Jesus, mas quando as coisas ficaram feias, ele fraquejou e o negou. Foi a tribulação que demonstrou a inconsistência da sua fé... Outros, como Paulo e Silas, que mesmo estando presos e tendo sido açoitados, cantavam louvores, demonstram sua fidelidade e foram aprovados... A lutas revelam a nossa real condição de fidelidade para com Deus.

3) AS LUTAS EXPÕEM O QUE ESTÁ DENTRO DE NÓS – vs. 2 – Outro propósito das adversidades é expor o que está dentro de nós, tanto de bom, quanto de ruim. Como o ouro que passando pelo fogo, revela suas impurezas, assim como sua preciosidade, nosso coração se revela na tribulação. Os que são carnais, reagem com murmuração, incredulidade, medo, desânimo, pecado, rebelião. Os espirituais, no meio da provação revelam sua fé, domínio próprio, coragem, paciência, amor pelo Senhor... Ao final de uma batalha, certamente nos conheceremos melhor e, aí, poderemos reagir com arrependimento ou gratidão.

4) AS LUTAS RESSALTAM NOSSA DEPENDÊNCIA DE DEUS - vs. 3,4 – Mesmo nas situações mais difíceis, Deus nos assiste e impede que sejamos destruídos. Ainda que Ele tenha levado Israel para 40 longos anos no deserto, o sustentou com um milagre após o outro. Só por isso, aquele povo não foi destruído... Assim também é conosco! O Senhor não nos abandona no meio das dificuldades, mas nos guarda e dá suporte, não permitindo que sejamos consumidos. Precisamos aprender a reconhece-lo, mesmo nas situações mais difíceis da nossa vida e admitir que, somente por sua graça, não sucumbimos.

5) AS LUTAS NOS CORRIGEM NAQUILO QUE ESTAMOS ERRADOS – vs. 5 – As adversidades vêm também como uma maneira de Deus nos levar a mudar posturas que estavam erradas em nossa vida. Elas têm um caráter corretivo, nos forçando a rever atitudes e hábitos. São como um vento forte que nos curva na direção que o Senhor deseja.

6) AS LUTAS NOS PREPARAM PARA CONQUISTAS MAIORES – vs. 6-10 – Depois da dureza do deserto, Deus levou Israel à Canaã. Foi necessário toda aquela provação para moldá-los como conquistadores. Eles só puderam possuir a terra da promessa depois que foram aperfeiçoados no deserto... Assim também, se correspondermos com quebrantamento e fidelidade aos períodos de prova, seremos exaltados pelo Senhor.

CONCLUSÃO: Desafie os visitantes a entregarem suas vidas a Cristo. Faça a oração de entrega com eles e consolide-os... Não se esqueça de levantar a OFERTA DA CÉLULA (sua célula tem a meta de ofertar pelos menos R$ 25,00 neste mês). 

IMPORTANTE: Na semana que vem não teremos reunião de célula. Toda a nossa atenção estará voltada para a ReVisão 2015, que começa na quinta-feira (dia 2) à noite e vai até o domingo. Como líder, você deve cobrar a participação maciça de sua célula, em toda a conferência. Pergunte quem ainda não fez a inscrição e exorte-os a dar valor ao que a igreja, com tanto custo, prepara para o seu crescimento.

Edifique-se

Comunidade Cristã de Ribeirão Preto - Rua Japurá, 829 - Ipiranga
Ribeirão Preto SP - CEP 14055-100 - Fone: +55 16 3633-5957
comcrist@comcrist.org
Desenvolvido por Atual Interativa